Sinto Saudades

Há muito que não escrevo. Faltam palavras, actos, pessoas que me inspirem. Agora, enquanto escrevo estas palavras, oiço algumas musicas que me fizeram, fazem e sempre me farão pensar na vida. Esta nunca é, realmente, como pensamos que será, como a imaginamos. Os sonhos muitas vezes audazes demais e por vezes muito pouco reais, que anseamos, talvez não nos permitam estar preparados para a dura realidade da vida, muito longe da beleza dos nossos sonhos. Hoje olhamos para trás, para os nossos passados e vemos muitos momentos… uns fantásticos e outros horriveis. Uns e outros marcar-nos-ão, de maneiras diferentes, para sempre. Já lá vai a juventude e com ela os sonhos, ou porque nunca os conseguimos realizar ou porque não permaneceram realizados e terminaram abruptamente, muitas vezes sem sabermos como, nem porquê. Hoje deixámos de ser sonhadores… vemos a dura realidade da vida e vivemo-la constantemente desconfiados de quem de novo se aproxima, pois se outros em quem sempre confiavamos e conhecemos desde sempre, já nos magoaram, estes que veem de novo farão concerteza o mesmo. Já não acreditamos no amor e que ele permanece para sempre, pois olhamos à volta e apenas vemos pessoas com a mesmo história de vida que nós… com corações despedaçados. Hoje já não sonhamos com a felicidade… com o amor e uma cabana. Hoje ambicionamos chegar mais alto e ganhar o maior numero de euros possiveis. Hoje ambicionamos uma grande casa e um grande carro. Deixámos de ser sentimentalistas para passarmos a ser materialistas… A felicidade hoje em dia para as pessoas é ter sucesso financeiro… sucesso profissional. Hoje olho e vejo-me envolvido neste mundo, identificado com as pessoas que acabei de descrever… infelizmente. Não que censure… não. Apenas gostaria de poder sonhar novamente. Tenho saudades de sonhar… de sonhar e acreditar que tudo é possivel quando se ama. Sim… amor… essa palavra que muita gente usa em vão… muitas vezes sem alguma vez terem sentido isso. Sinto saudades… 


About this entry